sábado, 24 de abril de 2010

VONTADE DIFERE DE BOA VONTADE

Em nosso meio falamos muito de “boa vontade”, achamos que esta expressão define “vontade boa”.
Quando, de fato, apenas exprime uma índole amena acessível, um gesto humilde, uma boa intenção.
Segundo o Houaiss, vontade pode ser:

1 – Faculdade que tem o ser humano de querer, de escolher, de livremente praticar ou deixar de praticar certos atos.
2 – Força interior que impulsiona o indivíduo a realizar aquilo a que se propôs, a atingir seus fins ou desejos, ânimo, determinação, firmeza.
2.1 – Grande disposição em realizar algo por outrem; empenho, interesse, zelo.
3 – Capacidade de escolher, de decidir entre alternativas possíveis, volição.
4 – Sentimento de desejo ou aspiração, motivado por um apelo físico, fisiológico, psicológico ou moral; querer.

Enquanto a vontade nos leva a decisões firmes, superações, a ter aumentada a resistência, a perseverança, a determinação e o tirocínio para bem estudar o que deve ser feito e fazer, a boa vontade usualmente nos leva a uma atitude acomodada do tipo: se eu tiver tempo, se eu puder, se não chover, se meu companheiro não me impedir, se eu não adoecer, se tudo der certo.

A vontade diz sim ou não; a boa vontade fica no talvez…
A vontade pergunta: quando? Onde? Vai. A boa vontade limita-se ao se…
A vontade afirma: conte comigo. A boa vontade é: não sei…
A vontade diz: vou, não vou. A boa vontade sempre tem um depende…
A vontade alegra-se por fazer. A boa vontade pede desculpas…
A vontade age e reage. A boa vontade raramente interage…
A vontade movimenta o veículo. A boa vontade só motor de arranco.
A relação entre essas duas pode crescer infinitamente.

Não se trata de boa vontade ser uma coisa ruim; não, não é. Apenas pouco produtiva e gera desistências nos primeiros entraves de qualquer luta ou busca.

Quem de nós não ouviu, diversas vezes, e por diversas pessoas, frases enfatizadas do tipo: “basta ter boa vontade e tudo será possível”?


Texto original no site Mensagens de Esperança

5 comentários:

Postar um comentário

Nós sempre precisamos de amigos.
Gente que seja capaz de nos indicar direções, despertar o que temos de melhor e ajudar a retirar os excessos que nos tornam pesados.
É bom ter amigos.
Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos.

Seja sempre bem vindo, amigo(a).